Caucaia: Desfile Cívico celebra progresso, glória e luz do município

Caucaia celebra nesta segunda-feira (15/10) 259 anos de emancipação política. E a comemoração começou logo cedo, com as principais ruas do Centro tomadas pelas cores e sons do tradicional Desfile Cívico do município, cujo tema foi “Caucaia do progresso, da glória e da luz.”

Ao todo, 69 pelotões apresentaram-se para uma multidão de caucaienses. “Esse é um momento em que todos nós estamos em harmonia, no mesmo espírito, festejando tanta coisa boa que já aconteceu nesta cidade em tão pouco tempo e tudo o que ainda está por vir. E eu garanto: não é pouco. Os esforços são grandes pra Caucaia melhorar ainda mais”, disse o prefeito Naumi Amorim.

Alunos da rede municipal de ensino, servidores públicos, secretários municipais, vereadores, lideranças políticas e representantes de diversas entidades amigas de Caucaia participaram do desfile. “Nosso município é grande e tem muitos desafios. E nós temos que lutar por cada vez mais melhorias”, sintetizou a primeira-dama e deputada estadual eleita Erika Amorim.

Com a bandeira de Caucaia na mão, a aposentada Lourdes Silveira, de 71 anos, acompanhava atenta a evolução dos pelotões e comemorava os dias melhores que tem vivido na cidade. “Quando eu era menina, muita coisa que tem hoje nem existia. Eu cresci junto com essa cidade, amo e vou defender com todas as minhas forças. Caucaia merece.”

Quem também não perdeu um segundo dos cortejos foi a dona-de-casa Miriam Pereira, de 36 anos. Ela levou os dois filhos, de quatro e cinco anos, pra celebrar. “Quero que desde pequenos eles alimentem amor por essa cidade, que é tão linda e precisa ser festejada. A gente que mora aqui é quem tem que primeiro amar a cidade. Se não for assim, como que a gente vai exigir que os outros cuidem?”.

Shows
Nesse domingo (14/10), a comunidade religiosa de Caucaia festejou os 259 anos da cidade. O festival “Noite de Louvor” foi marcado pelos shows de Priscila Rocha, Som & Louvor e Eli Soares, e levou milhares de famílias à Praça do Anfiteatro, no Centro da Sede.

Ainda hoje, a partir das 15 horas, sete bandas vão animar uma festa popular. O público vai assistir a shows de Júnior Viana, Tony Guerra, Forró Real, Matheus Bill, Igor Guerra, Forró Maior e Johnny Lima subirão ao palco montado na rua Coronel Correia para encerrar os festejos do aniversário da cidade.

Com informações: ASCOM da Prefeitura de Caucaia

FHC diz sofrer pressões do PSDB para não apoiar Haddad

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirma estar sofrendo grande pressão do PSDB para não apoiar o candidato petista à presidência, Fernando Haddad. A pressão, segundo informa o jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo, viria especialmente dos tucanos ainda em disputa nos estados, temerosos do fardo de carregar o PT.

Numa conversa que teve no fim da semana passada, FH elogiou Fernando Haddad, dizendo que gosta dele, mas se disse magoado com o PT por já ter ido depor duas vezes na defesa de Lula e não receber nenhum aceno em retorno por parte dos petistas.

FHC disse, abertamente, que cabe ao PT se esforçar para ter seu apoio, e que uma frente com outras personalidades faria a diferença. Citou especificamente Joaquim Barbosa.

Com informações: Eliomar de Lima

Bolsonaro e Haddad miram votos de Ciro Gomes no Ceará

A duas semanas da votação, as forças pró-Bolsonaro e pró-Haddad no Ceará passam a disputar os cerca de dois milhões de votos que o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) obteve no Estado no primeiro turno.

O espólio do pedetista é vital para os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), que disputam a corrida ao Planalto na segunda etapa.

A briga pelos votos “ciristas” começa hoje, com ato capitaneado pelo governador Camilo Santana (PT) e o senador eleito Cid Gomes (PDT). Reeleito com 79% dos votos, o petista se encontra com prefeitos às 19h.

O evento integra a agenda de mobilizações da campanha do ex-prefeito de São Paulo, com quem Camilo esteve no início da semana passada para traçar estratégias no Nordeste.

Deputado federal reconduzido, José Guimarães (PT-CE) afirma que uma das missões do governador é “pedir o engajamento dos prefeitos na campanha de Haddad”.

Mas, se depender do deputado federal eleito e presidente do PSL no Estado, Heitor Freire, a tarefa não será fácil. A sigla de Bolsonaro inaugura amanhã em Fortaleza o comitê do capitão reformado.

“Convidamos prefeitos, vereadores e outros apoiadores do Bolsonaro”, afirmou Freire. Entre eles, estão Capitão Wagner (Pros), campeão de votos para a Câmara, e o senador eleito Eduardo Girão (Pros).

A estratégia para ampliar a margem de votos de Bolsonaro no Ceará mira na Capital. “Nós iremos ao Interior, mas nosso foco é onde podemos ter alcance maior.”

A tática tem objetivo claro: amealhar os votos de Ciro. “O voto no Ciro não foi ideológico. Muitos dos que votaram nele foi por aproximação”, avalia o dirigente liberal. “Esses votos estão em disputa. Vamos dizer que a gente fique com metade, já faz a diferença pro Brasil. Minha missão é essa.”

Nesse domingo, Wagner antecipou o tom da campanha. Pelas redes sociais, o parlamentar divulgou vídeo no qual Bolsonaro fala ao eleitor do Nordeste ao garantir conclusão da transposição das águas do rio São Francisco.

No Ceará, Bolsonaro alcançou 1.061.075 de votos (21,74%) ante 1.616.492 de sufrágios de Haddad (33,12%).

Agenda das Campanhas

Segunda-feira – Eventos PT

Encontro da campanha pró-Haddad no Ceará – participam o governador Camilo Santana (PT) e o senador eleito Cid Gomes (PDT)

Local: Marina Park (Avenida Presidente Castelo Branco, 400, bairro Moura Brasil)

Horário: 19 horas

Bandeiraço da campanha pró-Haddad

Local: esquina das avenidas 13 de Maio e Barão de Aratanha

Terça-feira- Eventos PSL

Inauguração do comitê de Jair Bolsonaro em Fortaleza

Onde: esquina entre rua Carlos Vasconcelos e avenida Antônio Sales

Horário: 19 horas

Com informações: O Povo

Não reeleitos, dirigentes de partidos têm comando ameaçado no Ceará

O resultado das eleições deste ano pode provocar novos arranjos dentro de alguns partidos no Ceará. Isso porque ao menos seis deputados que comandam legendas no Estado perderam força depois de não conseguirem renovar seus mandatos. Agora, ainda como dirigentes, eles têm como desafio manter a liderança sobre os filiados.

O Partido da República (PR), presidido pela deputada federal Gorete Pereira, que não foi reeleita, deve virar alvo de disputa entre a dirigente e o único deputado federal eleito pelo partido no Ceará, Jaziel Pereira.

“Quero que o Jaziel fique com o PR, porque quero o que é justo. Tenho certeza que a Gorete fará parte de algum cargo importante tanto no Estado como no próprio Governo Federal. Quero dar essa cara extremamente feliz e conservadora ao PR”, afirma a deputada estadual reeleita Silvana Oliveira, esposa de Jaziel. Ele, por sua vez, diz que os dois vão procurar o presidente nacional do PR, Valdemar Costa Neto, para tratar do assunto.

Confiança

Silvana frisa que não “tripudia” de Gorete Pereira, mas lembra do momento em que a parlamentar também disputou a presidência do PR, no início deste ano, com o então presidente de honra de legenda, Roberto Pessoa, eleito deputado federal. Gorete levou o PR para a base governista, enquanto Pessoa queria manter a sigla na oposição.

Já Gorete Pereira considera “difícil” ser retirada do comando do PR. “Tenho mais de 20 anos nesse partido. Não vai ser ela (Silvana), que está acabando de chegar ao partido, que vai conseguir. A Silvana e o marido são deputados de segmentos religiosos. O partido precisa ser plural, não é de segmento, e confio muito no meu partido por ser uma pessoa muito ligada ao presidente nacional”, afirma Gorete, confiante.

Presidente do DC no Ceará, o deputado estadual Ely Aguiar diz que deixou a sigla “à disposição” da direção nacional. “Não sei se o partido vai aceitar, mas a minha decisão é de ficar no partido até o último dia do meu mandato. O partido não atingiu a cláusula de desempenho. Não atingindo, fica pouco atraente, porque não terá espaço na mídia, não terá verba para a sua manutenção”, justifica.

Indefinição

Deputado estadual reeleito, Audic Mota (PSB) acredita que o partido deve passar por uma “oxigenada” no Ceará. Além dele, a legenda elegeu no Estado um deputado federal, Denis Bezerra, mas não reelegeu o atual presidente estadual, o deputado Odorico Monteiro.

“Certamente, essa estrutura partidária vai ter que ser repactuada, como vários outros partidos vão passar por isso, em função da grande renovação, mas são cenas dos próximos capítulos. Vai depender muito da conjuntura nacional também”, avalia Mota. Já Odorico Monteiro não atendeu às ligações da reportagem.

O presidente estadual do Avante, deputado federal Cabo Sabino, também não conseguiu se reeleger. Ele, no entanto, diz que continuará no comando da sigla, “buscando gente nova, pessoas que queiram participar de uma política nova”, argumenta.

Adail Carneiro, presidente estadual do Podemos, também não foi reeleito deputado federal. Ao ser questionado sobre o futuro no partido, diz apenas que está “apolítico” neste momento. O deputado federal Ronaldo Martins, dirigente do PRB no Estado, também não foi reeleito. Ele não atendeu às ligações.

Com informações: Diário do Nordeste

Itapajé: Policiais do RAIO apreendem homem suspeito de envolvimento com atentado à casa do Pastor Zezinho

Uma equipe de policiais do BP RAIO fizeram na rua Rosa Badou no bairro Bela Vista na noite deste domingo a apreensão de um homem suspeito de estar envolvido no atentado à casa do Pastor da igreja Assembleia de Deus.

Por cautela com as investigações que seguem, os policiais preferiram não divulgar a identidade deste suspeito que é residente no bairro Bela Vista.

Com a apreensão do suspeito, policiais do RAIO encontraram numa residência na rua Rosa Badou duas motocicletas: uma Yamaha fator cor preta, placa OCD 3924, esta havendo uma queixa de roubo e uma honda FAN placa POE 5796, tendo sido encontrada num outra residência ainda na mesma rua situada no bairro Bela Vista.

Ainda nestas residências, o RAIO encontrou 25 cartões do Bolsa Família separados em envelopes, o que pode caracterizar o crime de ‘agiotagem’ e ainda foi apreendido pelos policiais 7 unidades de botijões de gás.

Na residência onde foi apreendido este material citado por último, os policiais avistaram uma pessoa fugindo pelos fundos da residência, não sendo identificado.

O homem apreendido durante esta ação policial, suspeito de envolvimento no ataque à casa de um religioso, foi encaminhado á delegacia regional de Itapipoca, ouvido pelo delegado de plantão e logo em seguida liberado.

 

Com informações: Atitude FM

Itapajé: Residência de pastor evangélico é metralhada

Pelo menos três bandidos fortemente armados efetuaram vários disparos contra a casa pastoral da Igreja Assembleia de Deus Templo Central em Itapajé. O sinistro aconteceu por volta das 02hs30min. da madrugada deste domingo (14). De acordo com informações iniciais, os bandidos estavam armados com pistola calibre .40 e, possivelmente, uma escopeta calibre 12. Vários tiros foram disparados contra os portões da residencia. As balas chegaram a atingir janelas, paredes e alguns veículos no interior da casa.
No momento da ação, o pastor José Costa Melo (Pastor Zezinho) e seus familiares estavam na casa, porém, ninguém se feriu. Em conversa com nossa reportagem, Pastor Zezinho afirmou não acreditar em algo pessoal contra sua família e espera que a policia consiga identificar e prender os responsáveis. As câmeras do circuito de segurança filmaram toda a ação e as imagens já foram repassadas para a policia.

A polícia apurou com testemunhas que os bandidos estavam armados com pistola calibre ponto 40 e escopetas calibre 12. Os tiros atingiram o portão da residência, além das janelas, paredes e um veículo que estava dentro do local.

Segurança reforçada na região

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) informou que a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) investiga o crime. A Delegacia Municipal de Itapajé apura as circunstâncias do ocorrido e não divulga mais detalhes para não comprometer o andamento das investigações.

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) intensificou o patrulhamento na região, com equipes do Policiamento Ostensivo Geral (POG), Força Tática e Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio).

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foi acionada para realização de perícia no local.

Com informações: Clésio Marques / G1 Ceará

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores

“Meu sonho mesmo é dar aula para o ensino médio, pode ser em escola estadual,  municipal ou particular”, diz Lucas dos Anjos Castro, 16 anos, estudante do 2º ano do ensino médio da Escola Estadual Professor Botelho Reis, em Leopoldina, Minas Gerais. “Eu me vejo como professor, igual aos meus, na correria, rodando para lá e para cá, entrando em uma sala e outra. É o que eu gosto”.

O sonho com a carreira docente, como o de Castro, é cada vez mais raro. De acordo com levantamento feito pelo Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), com base nos dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) de 2015, apenas 3,3% dos estudantes brasileiros de 15 anos querem ser professores. Quando se trata daqueles que querem ser professores em escolas, na educação básica, esse percentual cai para 2,4%.

Hoje (15), no Dia do Professor, a Agência Brasil mostra as ideias de quem quer seguir a carreira docente e de professores que não abrem mão da profissão.

“Quando eu contei para a minha mãe, ela me disse: ‘você pode ganhar mal, como será o seu futuro?’ Eu falei que queria e que se eu não trabalhar no que quero, não vou ser feliz”, diz Castro.

Um dos professores que influenciou a decisão do estudante foi João Paulo de Araújo que, além de lecionar história na Escola Estadual Professor Botelho Reis, trabalha também na Escola Estadual Doutor Pompilio Guimarães e no Colégio Equipe, que é particular. “Acho que no primeiro momento, os alunos não escolhem porque a própria família recrimina, a sociedade julga muito. Eu tenho buscado ser um professor melhor, que inspire, que mostre que a profissão é tão boa quanto qualquer outra, que tem desafio como qualquer outra”.

Araújo foi um dos vencedores do prêmio Educador Nota 10, em 2013. “É a forma que posso retribuir tudo que educação fez por mim. Venho de família humilde. Meu pai é ex-presidiário e minha mãe era doméstica. A oportunidade que eu tive foi graças à educação”.

Carreira pouco atrativa

professor, sala de aula, ensino médio
Estudantes que pretendem ser professores tiveram desempenho abaixo da média no Pisa – Arquivo/Agência Brasil

O estudo elaborado pelo Iede mostra que a carreira docente não atrai os alunos que têm um melhor desempenho no Pisa. A avaliação internacional da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é aplicada a estudantes de 15 anos que fazem provas de leitura, matemática e ciências. Entre os 70 países e regiões avaliados, o Brasil ficou na 63ª posição em ciências, 59ª em leitura e 65ª em matemática. Os estudantes que disseram que pretendem ser professores obtiveram 18,6 pontos a menos da média do país em matemática, 20,1 pontos a menos em ciências e 18,5 a menos em leitura.

Dentre os países participantes do Pisa, a Alemanha é o que apresenta a maior diferença entre a nota dos alunos que esperam ser professores e a média geral do país. Aqueles que querem seguir a carreira docente obtiveram 42,9 pontos a mais em matemática, 52,5 em ciências e 59,1 em leitura.

Os países com os maiores percentuais de estudantes que querem ser professores são Argélia, onde 21,7% dos estudantes querem ser professores, e Kosovo, onde esse percentual chega a 18,3%. Nesses países, no entanto, o desempenho desses alunos não é bom, “mas é muito similar ao desempenho geral dos estudantes do país, que é baixo”, diz o estudo. Coreia e a Irlanda estão também entre os países com os maiores percentuais, respectivamente 13,8 e 12,6%. Ao contrário da Argélia e Kosovo, o desempenho dos alunos é bom, chegando, na Coreia, a ser superior à média nacional.

“O que o dado brasileiro revela é o fato que a ocupação de professor está com problemas de atratividade. As pessoas que têm notas mais altas escolhem outras profissões”, diz o professor de economia da Universidade Federal Fluminense (UFF) Fábio Waltenberg, um dos autores do estudo Ser ou não ser professor da Educação Básica? Salário esperado e outros fatores na escolha ocupacional de concluintes de licenciaturas. Segundo Waltenberg, o salário é um dos  entraves para a escolha da profissão.

Equiparação salarial

Recife – Alunos da Escola Municipal Abílio Gomes, na capital pernambucana, usam livros didáticos que podem ser proibidos pela Câmara de Vereadores (Sumaia Vilela / Agência Brasil)
Até 2020, o salário dos professores deve ser equivalente ao de outros profissionais com a mesma formação – Sumaia Vilela / Agência Brasil

Professores de escolas públicas ganham, em média, 74,8% do que ganham profissionais assalariados de outras áreas, ou seja, cerca de 25% a menos, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)Essa porcentagem subiu desde 2012, quando era 65,2%.

Por lei, pelo Plano Nacional de Educação, esse salário deve ser equivalente ao de outros profissionais com formação equivalente até 2020.

De acordo com o diretor do Iede, Ernesto Martins Faria, três aspectos contribuem para a atratividade da profissão. “Planos de carreira para professores e educadores, ações específicas de valorização, que geram estímulo e permanência, e coesão escolar. O funcionamento da escola tem a ver com visão consistente, semelhante de gestor, coordenador pedagógico e educadores”, diz.

Segundo ele, o fato de os professores serem muitos e estarem ligados a estados e municípios, muitas vezes com orçamentos restritos, dificulta sobretudo a existência de planos de carreira atrativos. “Estamos falando da carreira de 2 milhões de professores, [não apenas o Brasil], o mundo sofre para oferecer uma carreira atrativa”.

Apesar das dificuldades, a estudante de licenciatura em ciências sociais Aniely Silva, 20 anos, não desiste do sonho de ser, assim como Castro, professora de ensino médio. Ela conta que a vontade ficou mais forte após participar das ocupações de escolas em São Paulo.

“Durante as ocupações das escolas, percebi o quanto de informação não chega para nós, que somos de periferia e de escola pública. Queria conseguir levar informação para as pessoas. Quando a informação chega como conhecimento, muda a realidade das pessoas, como mudou a minha”.

Aniely arremata: “Não escolhi a profissão pelo salário e não me desmotiva. Quero estudar muito para ser muito boa no que eu faço e lutar para melhorar a educação, por mais investimento e valorização dos professores”.

Com informações: Agência Brasil

Empresários e profissionais liberais são maioria na nova Câmara

Dois terços dos 513 deputados federais eleitos e reeleitos no último domingo (7) são empresários e profissionais liberais, segundo levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Os demais dividem-se entre assalariados e profissionais de atividades diversas, como ator, humorista, sacerdote e pastor evangélico, além de estudantes.

Conforme o levantamento, 133 eleitos se declararam empresários, porém ainda há 14 produtores do setor de agronegócio e sete comerciantes. Segundo o Diap, esse grupo tende a ser maior, porque “um advogado, dono de um grande escritório de advocacia, embora possa viver dos dividendos de seu negócio, prefere se apresentar como profissional liberal do que como empresário”.

 O plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 6433/13, que permite ao delegado de polícia adotar medidas de urgência para proteger mulheres vítimas de agressão.
Plenário da Câmara – Marcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil

Entre os profissionais liberais estão advogados e graduados em Direito, médicos, economistas, administradores, jornalistas, engenheiros, enfermeiros, corretores, contadores, médicos veterinários e agrônomos. Nessa categoria, com cerca de 200 deputados, estão os profissionais cuja renda é proveniente do trabalho sem vínculo empregatício.

No terceiro grupo estão os assalariados – professores, servidores públicos, policiais e bancários -, além dos que exercem atividades de natureza diversa, como pastores, sacerdotes, celebridades, humoristas, apresentadores de TV, atores e cantores. Na categoria celebridades, além do ator Alexandre Frota (PSL-SP) e do humorista Tiririca (PR-SP), estão o ativista e conferencista Kim Kataguiri (DEM-SP) e o cantor de pagode Igor Kannario (PHS-BA).

O levantamento mostra que 20 deputados eleitos declararam atividades ligadas à religião – 15 pastores evangélicos, dois sacerdotes, um frade franciscano, um teólogo e um ministro do evangelho. No grupo dos religiosos encontram-se Padre João (PT-MG), Sóstenes (DEM-RJ), Frei Anastácio (PT-PB) e Paulo Freire Costa (PR-SP). Os deputados eleitos Léo Motta (PSL-MG) e Olival Marques (DEM-PA) apresentam-se como cantores gospel.

Na nova Câmara haverá 26 professores, 26 servidores públicos e 32 militares, policiais e bombeiros. Três deputados eleitos se identificaram como políticos: o tucano Lucas Redecker, atualmente na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, João Daniel (PT-SE) e André Abdon (PP-AP), já exercendo mandato na Câmara.

Algumas categorias, como apresentador de TV, agente administrativo, comunicólogo, gerente, gestor público, industriário, motorista, pescador, escritor e promotor de Justiça, elegeram apenas um representante. Na Bahia, um dos deputados eleitos foi o pescador Raimundo Costa (PRP), presidente da Federação da Pesca do estado. Sergipe elegeu o motorista Valdevan Noventa (PSC), o Acre, a magistrada Vanda Milani (SD), e Minas Gerais, a escritora e professora universitária Margarida Salomão (PT-MG).

Com informações: Agência Brasil

Boletos vencidos a partir de R$ 100 podem ser pagos em qualquer banco

A partir de amanhã (13), os boletos com valor a partir de R$ 100, mesmo vencidos, poderão ser pagos em qualquer banco. A medida faz parte da nova plataforma de cobrança da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) que começou a ser implementada em julho do ano passado.

Para serem aceitos pela rede bancária, em qualquer canal de atendimento, os dados do boleto precisam estar registrados na plataforma. Segundo a Febraban, os clientes que tiverem boletos não registrados na Nova Plataforma, rejeitados pelos bancos, devem procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito.

O novo sistema permite o pagamento em qualquer banco, independentemente do canal de atendimento usado pelo consumidor, inclusive após o vencimento, sem risco de erros nos cálculos de multas e encargos. Além disso, segundo a Febraban, o sistema traz mais segurança para a compensação de boletos, identificando tentativas de fraude, e evita o pagamento, por engano, de algum boleto já pago.

As mudanças estão sendo feitas de forma escalonada, tendo sido iniciada com a permissão para quitação de boletos acima de R$ 50 mil. Entretanto, em junho deste ano, após  dificuldades de clientes para pagar boletos, a Febraban alterou o cronograma.

A previsão inicial era que a partir de 21 de julho deste ano fossem incluídos os boletos com valores a partir de R$ 0,01. A expectativa era de que em 22 de setembro o processo tivesse sido concluído, com a inclusão dos boletos de cartão de crédito e de doações, entre outros. Pelo novo cronograma, os boletos a partir de R$ 0,01 serão incluídos a partir do próximo dia 27 e os boletos de cartões de crédito, doações, entre outros, no dia 10 de novembro de 2018.

Segundo a Febraban, apesar de o sistema passar a processar documentos de menor valor, com volume maior, os bancos não preveem dificuldade na realização dos pagamentos, com base nos testes feitos nas fases anteriores. Com a inclusão e processamento desses boletos no sistema, a Nova Plataforma terá incorporado cerca de 3 bilhões de documentos – aproximadamente 75% do total emitido anualmente no país. Nas próximas fases, serão incorporados 1 bilhão de boletos de pagamento.

A Febraban lembra que a nova plataforma é resultado de uma exigência do Banco Central, com incorporação de dados obrigatórios, como CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento, valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.

Com informações: Agência Brasil

André diz que PT foi “irresponsável e safado” ao afirmar que PDT pediu cargos para apoiar Haddad

O presidente estadual do PDT, André Figueiredo, aumentou ainda mais a sua zanga (pra não dizer repugnância) para com o PT. Trata-se de uma reação ao que, segundo o Estadão, “petistas graúdos” relataram à jornalista Andreza Matais que o PDT teria pedido a Casa Civil, o Planejamento, o BNB, a presidência do Senado para Cid Gomes e mais um ministério para Carlos Lupi em troca do apoio à candidatura de Fernando Haddad.

Leiam a seguir o que André, que foi ministro das Comunicações de Dilma Rousseff (PT), disse ao Focus.jor  a respeito: É o PT sendo PT, né? Nunca aconteceu. A gente não ia pedir nem sequer a vaga de porteiro do Palácio do Planalto. Estamos assumindo a responsabilidade de não pregar a neutralidade por conta de que a eleição de Bolsonaro será uma tragédia. O PT cada vez mais mostra realmente a sua verdadeira face. Espalhar essa notícia absolutamente… é… eu não sei nem o termo que utilize. Irresponsável, safado. Isso mostra bem a índole de alguns que fazem o PT. Se entregassem todo o Ministério o PDT não aceitaria. O PDT tem outro projeto, que não é do PT. Todas essas colocações apenas mostram o que realmente esse partido fez com o Brasil e que leva o País aos braços de Bolsonaro. Lamento muito ver essas notícias colocadas na imprensa. O PDT não exigiu a vaga de porteiro da garagem do Palácio do Planalto para declarar apoio crítico. Se viesse todo o ministério o PDT não aceitaria porque o nosso projeto é bem diferente do projeto do PT.

Ciro não sobe no palanque de Haddad, sai de férias e PDT projeta seu nome para 2022

Ao sair do encontro do PDT que definiu “apoio crítico” do partido a Fernando Haddad (PDT), o presidente nacional da sigla, Carlos Luppi, reafirmou que o projeto é lançar a candidatura de Ciro Gomes nas eleições presidenciais de 2022. Segundo o presidente do PDT, “a partir de agora”, o partido “está decidindo lançar a candidatura Ciro 12 em 2022”.

Ciro não quis falar com a imprensa na saída do encontro do PDT. Segundo uma fonte, a ideia é não se expor para não ligar seu nome ao de Fernando Haddad, ratificando a posição de independência do pedetista. Lupi informou que Ciro não fará campanha para Haddad e não subirá no palanque do petista. Para ficar ainda mais distante da disputa do segundo turno, Ciro planeja sair de férias com a família e só retornar ao Brasil para a votação do segundo turno.

Com informações: Fábio Campos/Focus