Com desfalques, Marcelo Vilar terá trabalho para definir Ferroviário do 1º jogo da final

O técnico Marcelo Vilar terá uma dor de cabeça e tanto no decorrer da semana para definir qual será a equipe titular do Ferroviário que vai entrar em campo no primeiro jogo da final da Série D do Campeonato Brasileiro, no próximo domingo contra o Treze de Campina Grande em Fortaleza. Isso porque a equipe coral teve três jogadores expulsos na partida com o São José-RS, no último domingo (22), em Porto Alegre. O jogo valia uma vaga na decisão.

Entre os expulsos, estão os dois zagueiros titulares: André Lima e Luís Fernando. Com isso, Marcelo Vilar vai ter que correr contra o tempo para refazer o setor ofensivo. Uma peça certa é o defensor Afonso, reserva imediato da dupla de zaga coral. Além dele, Erandir e Túlio seriam os outros que disputariam a segunda vaga. Eles não vêm sendo relacionados, mas precisarão retornar à lista do treinador do Tubarão da Barra para jogarem no primeiro confronto da final.

Além deles, com a expulsão de Vitinho, que também fica fora, Vilar só poderá contar com o artilheiro Edson Cariús e mais duas opções: os atacantes Dudu e Rafael Guedes, que tem sido relacionado. Um cenário melhor seria o retorno de Luís Soares, que está se recuperando de uma lesão. Caso não tenha o jogador, uma das opções seria jogar com Cariús na frente e escalar novamente Valdeci como um meia avançado. Um segundo cenário colocaria, muito provavelmente, Rafael Guedes para fazer dupla com o artilheiro da Série D.

No momento, o provável time que entraria em campo, em casa, na Arena Castelão, para a primeira partida da final da 4ª divisão, seria assim: Gleibson; Lucas Mendes, Afonso, Erandir (Túlio) e Sávio; Mazinho, Leanderson, Janeudo, Esquerdinha e Valdeci (Rafael Guedes); Edson Cariús.

O Ferroviário joga a final da Série D do Campeonato Brasileiro já no próximo fim de semana. As datas e horários da decisão ainda não foram divulgados pela CBF, que deve fazer isso nesta terça-feira (24).

Adversário da final

O Treze, jogando em casa, enfrentou na noite de ontem a equipe do Imperatriz do Maranhão e venceu no tempo normal por 1×0 (gol do cearense Maxuell Samurai, que teve destacada passagem na equipe coral), devolvendo o mesmo placar do jogo de ida no Maranhão. Com o resultado, o jogo foi para os pênaltis e o goleiro da equipe paraibana, Mauro Iguatu (também cearense) pegou três cobranças da equipe maranhense, dando a vitória por 2×1 ao Treze de Campina Grande.

Com a vitória no tempo normal, o Treze, treinado pelo cearense Flávio Araújo,  somou 26 pontos na classificação geral da Série D e com isso, passa a ter a melhor campanha, em comparação com o Ferroviário, que somou 24 pontos no total. Sendo assim, como manda o regulamento, o time de melhor campanha, no caso o Galo, tem o mando de campo no jogo da volta, que será realizado no dia 5 de agosto. No domingo, o jogo de ida acontece em Fortaleza, com mando de campo do Ferroviário.

Com informações: G1 Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *