Rogério Ceni: permanência no Fortaleza não depende de fatores financeiros; conheça a proposta

A diretoria do Fortaleza já tem desenhado um plano para apresentar ao técnico Rogério Ceni quando for a hora: dois anos de contrato e dois aumentos salariais em 2019. O primeiro, até abril, colocaria os rendimentos dos atuais R$ 150 mil para R$ 200 mil; o segundo, quando a Série A tiver início, atingirá R$ 250 mil (números divulgados pelo jornalista Sérgio Ponte da Rádio O POVO/CBN). Para além de tais questões essenciais, o técnico seguirá responsável por diversos aspectos da modernização do clube – gramado, local de treinamento, alimentação, fisiologia, academia – como já foi desde a sua chegada.

A diretoria do Fortaleza mantém esperança na permanência de Rogério. O ex-goleiro admite que vai trabalhar onde estiver feliz e é justamente o caso da atual passagem do técnico pelo Pici. O fator financeiro não será essencial, a não ser que uma proposta estratosférica de fora do Brasil apareça. Ceni sempre foi um atleta acima da média no aspecto intelectual e tem patrimônio e investimentos suficientes para escolher onde vai trabalhar, independente do salário. Importa efetivamente o projeto e é o que ele tem dito para dirigentes do clube.

O Blog apurou que pessoas ligadas ao treinador trabalham a perspectiva de encaixe do técnico em times grandes do Rio de Janeiro, já que em São Paulo sua única porta aberta é justamente o São Paulo. No Sul, Inter (Odair Hellmann), Grêmio (Renato Gaúcho) e Atlético-PR (Tiago Nunes) indicam que seus técnicos atuais vão permanecer, situação também do Cruzeiro com Mano Menezes. O Atlético-MG, que tentou tirar o treinador no meio deste ano do Tricolor, surge como possibilidade.

Restando quatro rodadas para o fim da Série B, é fundamental que a decisão de Rogério seja tomada o quanto antes porque o trabalho da diretoria para a Série A já começou. A diferença da Série C para a Série B é muito menor do que a distância da Série B para a Série A.

 

Com informações: Blog Futebol do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *