Trabalhadores do Porto do Pecém ameaçam greve

Trabalhadores do Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza), ameaçam greve.

A categoria vive clima de negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2018, mas reclama que a diretoria da Companhia de Desenvolvimento do Complexo Portuário e Industrial do Pecém (CIPP S/A) não quer sentar à mesa para discutir propostas.

A CIPP S/A ofereceu apenas o repasse da inflação anual, sem discutir novas cláusulas, reclamam os trabalhadores. Na ultima terça-feira, houve um protesto, mas, segundo o diretor do Sindicato Mova-se, Hernesto Luz, nada de diálogo.

Sobre o caso, o presidente da CIPP S/A, Danilo Serpa, diz que está aberto à negociação, mas lembra que, como é uma empresa do governo, segue o que o governo define, no caso o repasse da inflação. “Eu desconheço greve. Tenho três anos aqui e negociamos sem ameaça de greve. Continuamos abertos ao diálogo”, adianta Serpa.

Com informações: Eliomar de Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *