116 municípios mais pobres não somam nem 10% do PIB do Ceará

Os 116 municípios com menor Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará não somam nem 10% do total do mesmo índice do Estado. A informação integra balanço do PIB dos municípios divulgado nesta sexta-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mesmo com pouca participação na economia, as mesmas cidades possuem quase 22% da população cearense.

Confira mapa da concentração de recursos no Estado:

 

Os dados dizem respeito a 2016, último ano a ser adicionado à série histórica da pesquisa. Ao todo, as 116 cidades que ocupam parte “de baixo” da tabela somavam PIB em cerca R$ 13 bilhões. Mesmo representando o produto de 63% dos municípios do Estado, o valor soma apenas 9,91% dos mais de R$ 138,3 bilhões do valor total da economia cearense.

A capital Fortaleza, do outro lado, concentrava quase 44% de todo o PIB do Estado, em R$ 60,1 bilhões. O valor é seguido pelos produtos de Maracanaú (R$ 8 bilhões), Caucaia (R$ 5,4 bilhões), Juazeiro do Norte (R$ 4,1 bilhões) e Sobral (R$ 4,1 bilhões). Somados, os cinco maiores PIBs do Ceará concentram quase 60% de toda a economia cearense.

Apesar da pequena produção de riquezas, os 116 municípios de menor PIB somam população de mais de 2 milhões de pessoas. Nas últimas posições da tabela, estão cidades como Granjeiro, Baixio, Senador Sá, Pacujá, General Sampaio, Altaneira, Umari e Pires Ferreira.

 

Com informações: O Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *