Abuso sexual – Defesa do prefeito de Uruburetama apresenta pedido de habeas corpus nesta segunda-feira

A defesa do prefeito de Uruburetama, o médico José Hilson de Paiva, preso e afastado do cargo por abusos sexuais contra mulheres, deverá entrar nesta segunda-feira (22) com um pedido de habeas corpus, com base no estado de saúde do acusado e por sua colaboração no caso. O advogado Leandro Vasques está à frente da defesa de José Hilson, que cumpre prisão provisória.

O prefeito afastado foi denunciado por crime de abuso sexual contra pacientes que buscaram consulta ginecológica, inclusive com o médico filmando os atos.

José Hilson aparece nas filmagens com a boca nos seios das pacientes, quando, segundo as investigações, alegava para elas que estaria retirando secreções. Em outro momento, o médico usava os dedos para penetrar as pacientes, ao alegar para elas que precisaria “desvirar” o útero.

O Conselho Regional de Medicina (Cremec) suspendeu o médico da prática clínica. Ele não teria, inclusive, especialidade em ginecologia e obstetrícia.

 

Com informações: Eliomar de Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *