Cabo Sabino e Coronel Walmir Medeiros são eleitos como representante e mediador dos policiais amotinados

Durante reunião promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB/CE) nesta quarta-feira, 26, junto aos policiais amotinados no 18º Batalhão da Polícia Militar, no Antônio Bezerra, o ex-deputado federal cabo Flávio Sabino (Avante) foi eleito como representante dos policiais e o coronel do Exército Walmir Medeiros foi escolhido como mediador.

A escolha pelo Coronel foi dada de forma “rápida”, segundo Erinaldo Dantas, presidente da OAB/CE, que estava presente na reunião. “Fiquei feliz que o grupo escolheu rapidamente”, afirmou, acrescentando que “a escolha não foi por um líder, mas por alguém que fale pelos policiais”, mediando até que a “crise seja resolvida”.

Walmir deve apresentar agora as demandas dos policiais em paralisação ao Governo, atuando como nome escolhido pela OAB-CE e pelos soldados. “O principal no momento é o foco na dignidade, em quem está desprotegido e inseguro, tanto do lado dos policiais quanto do governo e, principalmente, do lado da população,” destacou o coronel.

Já a escolha pelo cabo Sabino foi dada sob protestos. O ex-deputado foi escolhido pelos manifestantes como representante do movimento paredista porém, alguns poucos presentes chegaram a questionar o fato do eleito ser um político, fazendo com que Sabino recuasse, voltando atrás em seguida. Ele deve estar presente nas próximas reuniões estabelecidas, sendo responsável por representar os “anseios” dos policiais em paralisação.

Para Waldir Xavier, presidente da Comissão de Observação da OAB/CE, que também estava na mesa, o “passo mais importante foi dado agora”. Escolha do representante e do mediador foi acompanhada pelo órgão com o intuito de “defender a sociedade e propor que o movimento se encerre o mais rápido possível”, segundo presidente.

 

Com informações: O Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *