Cid Gomes diz que PDT pretende lançar até 100 candidatos a prefeito no Ceará. Em Fortaleza, foco é na gestão de RC

O presidente em exercício do Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Ceará, o senador licenciado Cid Gomes, concedeu entrevista ao Blog do Edison Silva, na qual falou sobre as principais metas do partido para o pleito deste ano. De acordo com o dirigente, em Fortaleza não há um nome natural que desponte na campanha, o que faz com que a estratégia política seja a de fortalecimento dos índices de aprovação da gestão do prefeito Roberto Cláudio.

Para 2020, o PDT do Ceará, atualmente com 53 prefeitos, pretende lançar entre 80 a 100 candidaturas à disputa majoritária. O partido deve, também, se alinhar, na maioria dos municípios, à Rede, PSB e PV, o que ficou acordado entre as direções nacionais dessas quatro legendas.

No retorno dos trabalhos legislativos deste ano, os quatro partidos devem anunciar a plataforma de alianças em todo o Brasil. Em Fortaleza, porém, o PV tem como prioridade lançar candidatura própria. Neste caso, o nome com maior potencial eleitoral da legenda é o do deputado federal Célio Studart.

De acordo com Cid Gomes, no primeiro mês como presidente interino do PDT do Ceará ele tem se limitado a dialogar com lideranças locais do PDT, bem como com presidentes de outros partidos para formalizar eventuais arcos de aliança nos 184 municípios cearenses.

Sobre aliança entre PV, Rede, PDT e PSB ele ressaltou que este é um movimento nacional que já resultou em quatro encontros oficiais. Uma das tarefas dessa aliança é definir um conjunto de pautas comuns aos quatro partidos.

De acordo com ele, apesar dos esforços, nem todos os municípios terão estes quatro partidos no mesmo palanque. É o caso, por exemplo, de Macapá, no Amapá; onde Rede, PDT e PSB estão em lados opostos. “Trabalhando em conjunto, visamos buscar e atuar para superar obstáculos e objetivos, sempre lembrando que não tem imposição. Vamos respeitar as realidades locais”, disse.

Por não ter um nome de peso para a disputa em Fortaleza, Cid defende foco no fortalecimento da gestão de Roberto Cláudio. Foto: Divulgação.

Com relação a disputa na Capital cearense, Cid Gomes afirmou que tal questão deve ter como principal estratégia a possibilidade de o candidato a prefeito ser um aliado da atual administração, bem como a avaliação do Governo Roberto Cláudio.

“Não temos um candidato natural. Não há um nome que já desponte, que esteja credenciado. Se o quadro é esse, é melhor a gente concentrar todas as nossas atenções na gestão do Roberto, procurar melhorar, atingir os índices de ótimo e bom”, disse o dirigente.

Segundo ele, o objetivo inicial é superar o que chamou de “faixa mágica defendida pelos marqueteiros”, de aprovação da administração em 40% ótimo e bom, e 60% de aprovação do prefeito.

“Lá na frente a gente vê, num processo mais amplo possível, envolvendo inclusive potenciais aliados, o nome que melhor asseguraria a continuidade. Obviamente, com humildade de reconhecer erros e se comprometer com os acertos” – (Cid Gomes)

Questionado sobre os nomes que podem despontar na disputa eleitoral de 2020 em Fortaleza, Cid Gomes preferiu não comentar. “Eu me recuso. Acho que não é a melhor estratégia pensar em nome agora. Seria contrassenso. Não deve ser essa a nossa estratégia. Devemos direcionar todos os esforços para ajudar o Roberto Cláudio na melhoria dos indicadores”, defendeu.

Meta no Ceará

Quando questionado sobre as metas do PDT para todo o Ceará, Cid Gomes ironizou, reproduzindo frase dita pela então presidente da República, Dilma Rousseff, do PT. “A gente não tem meta, mas se a gente conseguir a meta, a gente dobra a meta”.

Em seguida, o dirigente ressaltou que o PDT tem em torno de 53 municípios com prefeito filiado ao PDT, mas tem pretensão de apresentar entre 80 a 100 candidaturas no pleito deste ano.

PDT

“Mas não temos pretensão de hegemonizar a política cearense. Obviamente o partido deve ter muitas candidaturas, e eu estimo que a gente deva participar com candidaturas próprias do PDT em 80 a 100 municípios”, disse.

Na condição de presidente do PDT cearense, Cid Gomes participa neste fim de semana de encontros do partido na Serra da Ibiapaba.

 

Com informações: Edison Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *