Ciro Gomes diz que Bolsonaro não representa risco à democracia

Seguindo o posicionamento que adotou desde o fim do primeiro turno das eleições deste ano, Ciro Gomes (PDT) voltou a se contrapor ao PT durante palestra para investidores da XP, na semana passada. Segundo a revista Veja, o pedetista repetiu o discurso de que ele e seu partido, diferente dos petistas, não farão uma “oposição raivosa” ao próximo governo.

Ainda de acordo com a publicação, durante sua participação na palestra, Ciro Gomes teria dito que o presidente eleito, Jair Bolsonaro(PSL), “não representa risco à democracia”, pois, segundo ele, “falta vontade do capitão e porque não haveria meios para se aplicar um golpe à essa altura do campeonato”.

Em entrevista para o jornal Estado de S. Paulo, nesta segunda-feira (19), o senador eleito Cid Gomes (PDT), irmão de Ciro, já havia afirmado o PDT irá fazer uma oposição “programática” ao novo governo e que se o PT quiser se juntar a eles, terá que fazer uma “revisão” de sua postura histórica como oposição sistemática.

Com informações: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *