Deputada Érika Amorim assume o mandato e tira licença

A deputada estadual Érika Amorim (PSD), vai assumir o mandato no dia primeiro de fevereiro, votar na eleição dos novos integrantes da Mesa Diretora da Assembleia, e imediatamente tira um licença, inicialmente de 30 dias, para continuar ao lado do filho, ainda em tratamento de saúde, em São Paulo, onde está há alguns meses. A deputada não compareceu à solenidade de diploma, em dezembro passado, quando muitos políticos cearenses ficaram sabendo do sofrimento pessoal da parlamentar e de seu marido, o prefeito de Caucaia, Naumi Amorim.

Érika conseguiu 86.320 votos na eleição de outubro passado. Antes da doença do filho ela tinha uma participação muito ativa na administração de Caucaia, notadamente na área social. Sua licença não permitirá a convocação de suplente, pois isso só acontece com licenças superiores a 120 dias, ou quatro meses. O sentimento dos deputados que conhecem o seu drama, principalmente das suas colegas, é de que o mais breve possível o filho consiga vencer a moléstia e ela assuma do mandato parlamentar.

Com informações: Edison Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *