Eleitores cearenses sem biometria poderão votar normalmente nas eleições municipais

Eleitores cearenses que não fizeram o cadastro biométrico e tiveram os títulos cancelados poderão votar normalmente nas eleições municipais deste ano. Dessa forma, todas as sanções aplicadas por conta do cancelamento do documento, como suspensão de obtenção de empréstimos, de recebimento de benefícios sociais, impedimento de tomar posse em cargo público, entre outras medidas, serão revogadas.

As determinações foram publicadas em uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na última sexta-feira (17), e valem para todo território nacional. O órgão decidiu adotar as medidas por conta da suspensão do atendimento presencial em todas as cidades brasileiras diante do avanço da pandemia no novo coronavírus no País.

No Ceará, Fortaleza será a cidade mais beneficiada com a medida, já que mais de 260 mil eleitores ainda não fizeram a biometria, conforme dados do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). Em todo o Estado, 375 mil eleitores não têm o registro digital.

A revogação do cancelamento do título vale apenas para os eleitores que tiveram a medida aplicada porque não fizeram a biometria. Os cancelamentos por fraudes serão mantidos.

As medidas valem até a eleição deste ano, prevista para outubro. Depois do pleito, os eleitores sem a biometria terão o título cancelado, devendo procurar um posto de atendimento do TRE-CE para a regularização, no período de reabertura do Cadastro Nacional de Eleitores.

Primeira via

A data-limite para quem deseja tirar a primeira via do título, alterar dados pessoais, tranferir o domicílio eleitoral ou zona continua sendo 6 de maio. Esses serviços poderão ser feitos pela internet, por meio do Título Net, no site do TSE.

 

Com informações: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *