Enel retira fiação irregular de telecomunicação de sete cidades do interior do Ceará

A Enel Distribuição Ceará realiza, durante o mês de abril, uma operação de retirada de fiação irregular de telecomunicação dos postes da companhia nos municípios de Quixadá, Choró, Quixeramobim, Banabuiú, Itapipoca, Amontada e Itapajé. Só este ano, já foram retiradas cerca de 22 toneladas, equivalente a 399 mil metros de cabos, em 9.450 ações da companhia no estado.

A distribuidora realiza a fiscalização na fiação de telecomunicações desde 2017 e já realizou 43 mil fiscalizações e 9.450 regularizações, com emissão de mais de 1.200 notificações às empresas responsáveis. Mais de 300 empresas de telecomunicações firmaram contrato de compartilhamento com a Enel para regularização.

O objetivo da ação é regularizar os postes da Distribuidora de Energia Elétrica que possuem cabos e equipamentos irregulares das empresas de telecomunicações. Antes das ações, a Enel envia para as empresas responsáveis um comunicado prévio, informando o cronograma das retiradas de fiação e a notificação com prazo de 30 dias para que elas providenciem a adequação. Em estudo realizado pela companhia em julho de 2017, foi identificado que existiam cerca de 291 mil cabos de telecomunicação e 17 mil postes com irregularidades no Ceará. Atualmente, esse número já chega a aproximadamente 550 mil cabos e mais de 174 mil postes com irregularidades em todo o estado.

Denúncias

​Para fazer denúncias sobre fiação de telecomunicações irregular ou em situações de risco por cabos de telecomunicações nos postes da Distribuidora de Energia Elétrica, o cliente pode entrar em contato como a companhia pelo 0800.285.7887 ou pelo e-mail compartilhamento.brasil@enel.com.​

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *