Fortaleza: Horário no rádio e TV começa nesta sexta-feira e deve fortalecer campanhas

Com o início da propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio hoje, os candidatos a prefeito esperam fortalecer as campanhas com a divulgação de propostas nos veículos tradicionais.

Apesar de alguns já atuarem nas ruas desde o período de pré-campanha, eles esperam que, com o começo do horário eleitoral, a população apta a votar fique mais interessada em conhecer suas propostas.

Os postulantes com mais tempo na TV e rádio apostam na propaganda eleitoral para atingir todas as camadas da população, com foco principalmente nos perfis de baixa renda e em votantes com um acesso precário ou limitado à internet. Já os candidatos com um espaço mais curto reclamam da distribuição do tempo feito pela Justiça Eleitoral, que leva em consideração a representação dos partidos no Congresso, mas dizem ter “cartas nas mangas” para se sobressair.

Dono do maior tempo, com 4 minutos, o candidato pelo PDT, Sarto Nogueira, pretende se aproximar da população com a veiculação.

“Eu vou me apresentar como médico, político e gestor, que tem capacidade para fazer muito mais por Fortaleza. A TV e o rádio são os meios de comunicação com grande poder de penetração nas várias camadas da sociedade”, destacou o pedetista.

Para Capitão Wagner (Pros), que detém o segundo maior tempo, com 1 minuto e 30 segundos, os meios também são importantes para ganhar visibilidade. “Não vamos gastar um segundo sequer pra atacar adversários. A TV e o rádio serão muito importantes para chegar à população mais carente”, enfatizou.

Já Luizianne Lins, postulante pelo PT, tem o terceiro maior tempo. Ela pretende otimizar sua propaganda com a ajuda das redes sociais. “Eu sou o menor tempo entre o candidato governista e o bolsonarista, é muito pouco para dizer tudo, mas é melhor do que ter muito tempo e não dizer nada”, ressaltou.

Quarto maior tempo, Heitor Freire (PSL) diz que a população irá conhecer alguém “com espírito jovem”. “Na TV, as pessoas verão o verdadeiro Heitor Freire: alguém com espírito jovem, de gestão, profissional. As pessoas vão se apaixonar”, prometeu.

Para Heitor Férrer (SD), a propaganda na TV e no rádio deve contribuir, também, com uma menor exposição ao contágio da Covid-19. “É através da televisão que toda a sociedade passa a conhecer os candidatos, o que diminui muito a presença no corpo a corpo”, reforçou.

Já os candidatos Renato Roseno (Psol) e Anízio Melo (PCdoB), que detêm, cada um, apenas 18 segundos no horário eleitoral, lamentaram o pouco tempo, mas enfatizaram que vão se esforçar para obter destaque.

“A campanha de rádio e TV revela a tremenda desigualdade do sistema eleitoral, mas nós vamos usar nosso tempo com criatividade”, frisou Roseno. “O nosso tempo é curto, mas a nossa luta e história é grande”, concluiu Anízio.

Célio Studart (PV) terá apenas 11 segundos de propaganda na TV e rádio. Para compensar o tempo, pretende mostrar independência. “Quanto maior a estrutura, menor a independência do candidato. Fortaleza costuma acreditar em quem tem coragem e nós temos”, disse.

O candidato pelo Patriota, Samuel Braga não conseguiu comentar o assunto porque estava cumprindo agenda de campanha. Os postulantes José Loureto (PCO) e Paula Colares (UP) não têm tempo de propaganda por conta da cláusula de barreira.

Horário

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no rádio, a propaganda gratuita ocorrerá entre 7h e 7h10 da manhã e das 12h às 12h10. Na televisão, os programa eleitoral será exibido das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

Os candidatos também terão direito a inserções, com duração de 30 ou 60 segundos, exibidas ao longo da programação das emissoras.

Essas inserções terão um tempo total de 70 minutos diários: 60% (42 minutos) para os candidatos a prefeito e 40% (28 minutos) para candidatos a vereador.

Tempo de TV

(Ordem de aparição)

  • Capitão Wagner (Pros): 01’30’’30
  • Anízio Melo (PC do B): 00’18’’62
  • Sarto Nogueira (PDT): 04’00’’83
  • Samuel Braga (Patriota): 00’17’’42
  • Luizianne Lins (PT): 01’11’’18
  • Heitor Freire (PSL): 01’08’’79
  • Célio Studart (PV): 00’11’’45
  • Renato Roseno (Psol): 00’18’’62
  • Heitor Férrer (SD): 01’02’’82

Com informações: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *