Governador participa de solenidade de mudança de comando na Polícia Militar

O governador Camilo Santana participou, nesta sexta-feira (15), da solenidade de transmissão de cargo de comandante-geral da Polícia Militar. Em evento realizado no Quartel do Comando Geral da PMCE, o coronel Ronaldo Mota Viana passou o comando da corporação para o coronel Alexandre Ávila de Vasconcelos. O momento também foi acompanhado pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, gestores vinculados a SSPDS, além de lideranças políticas e autoridades estaduais.

Ao longo de seu discurso, Camilo destacou a importância do Comando Geral da Polícia Militar no planejamento e na garantia de qualidade no trabalho de combate às ações criminosas em todo o Estado. O chefe do Executivo agradeceu aos dois anos de Ronaldo Viana à frente do cargo e deu boas-vindas ao novo comandante-geral, Alexandre Ávila.

“Os dois são grandes comandantes. O coronel Viana cumpriu um importante papel nos últimos anos dentro do nosso planejamento da Segurança Pública. Agora assume o coronel Alexandre, dono de um currículo invejável, com experiência nacional e internacional. Eu não tenho dúvidas de que ele cumprirá essa grande missão, exatamente num momento em que o Estado tem um desafio de forma mais arrojada na estratégia de enfrentar o crime organizado”, projetou.

O governador disse ainda que, dentro do seu novo mandato à frente da gestão estadual, continuará tratando como prioritários os investimentos na área da Segurança Pública, melhorando cada vez mais a estrutura e corpo profissional da Polícia Militar do Ceará.

“Eu sempre peço todo reconhecimento ao trabalho e dedicação aos homens e mulheres da PM. Estamos em fase de planejamento para os próximos quatro anos. Determinei que cada área da Segurança faça um plano para este período, com quantos profissionais precisamos contratar, os concursos públicos que precisamos fazer, as convocações de novos profissionais. Vamos continuar com um trabalho forte na tecnologia. Estamos hoje criando um Big Data, com dados integrados de todas as ações, para a Segurança Pública do Ceará. Contratamos também empresas de tecnologia para desenvolver softwares que ajudarão no combate aos crimes. Há quase dois anos, temos parceria com pesquisadores da Universidade Federal do Ceará desenvolvendo ferramentas. Assim construímos a cada dia mais ações para garantir mais segurança ao povo cearense”, afirmou Camilo Santana.

Transmissão de cargo

No ato de passagem do comando, o coronel Ronaldo Viana emocionou-se ao agradecer o apoio de corporação, SSPDS e Governo do Ceará durante os anos de trabalhos intensos da Polícia Militar contra o crime em todos os municípios cearenses. “Eu quero agradecer a minha tropa, do soldado mais novo ao coronel mais antigo. Juntos comandamos com muita garra essa nossa instituição durante dois anos”, enfatizou.

Novo comandante-geral da PM, o coronel Alexandre Ávila afirmou estar grato pela confiança para uma missão “tão nobre”. “Enxergo o desafio de poder vislumbrar a complexidade deste cargo. Junto com os meus companheiros, espero encontrar as decisões corretas, vencer os obstáculos e ter o objetivo único de proteger as pessoas. Reforço o compromisso de zelar pela sociedade da qual fazemos parte. Vamos fazer o que for necessário para ofertar mais qualidade de vida aos cearenses”, disse Alexandre.

Investimentos na PM

Segundo dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, nos últimos quatro anos, o Governo do Ceará investiu mais de R$ 500 milhões na aquisição de 550 viaturas, 830 motos e na aquisição de armamentos. Durante o período, o governador Camilo Santana nomeou 5.414 novos soldados e 183 oficiais para integrar o efetivo da Polícia Militar do Ceará. De 2015 a 2018, quase 14 mil profissionais receberam a ascensão em suas carreiras militares, além da implantação da média salarial do Nordeste.

Foi realizada, também nos últimos quatro anos, a expansão do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) para 40 municípios, além da implantação dos Batalhões de Divisas, fortalecendo o policiamento ostensivo permanente das fronteiras do Estado. Foram implantadas 13 Unidades Integradas de Segurança (Unisegs) em Fortaleza, e duas no Interior, sendo uma em Sobral e outra em Juazeiro do Norte. Atualmente, 250 oficiais estão em formação na Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), e em breve, serão nomeados e atuarão pela segurança dos cidadãos cearenses.

 

Com informações: ASCOM do Governo do Estado do Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *