Mauro Filho: Como está, PDT é contra a Nova Previdência de Bolsonaro

O PDT fechou questão e decidiu não apoiar a reforma da Previdência de Bolsonaro. Informa o deputado federal Mauro Filho, que coordenou o plano econômico do então candidato a presidente, Ciro Gomes. O partido avaliou a proposta na convenção de segunda, no DF, e decidiu só endossar com mudanças que deem segurança ao trabalhador.

Segundo Mauro, o governo propõe modelo de capitalização adotado no Chile que falhou e gerou benefícios de valores pequenos. “O Chile está revendo seu sistema, que foi adotado sem a contribuição patronal”, observa.

“Queremos um pilar social pagando um salário mínimo e não R$ 400, um regime de repartição até o teto de R$ 4 mil e, a partir daí, a capitalização com contribuição de todos”, diz, ressalvando: “Se vier mudança, o PDT apoia!”

 

Com informações: Eliomar de Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *