População de Caucaia teme que obras na Av. Beira-Mar de Fortaleza aumentem avanço do mar

A deputada estadual Érika Amorim (PSD), primeira-dama da cidade de Caucaia, afirmou que tem ouvido da população certa preocupação com as obras que vêm ocorrendo na Av. Beira-Mar, em Fortaleza. A obra, que aumenta o espaço de aterramento do mar, poderia piorar uma situação já bastante complicada nas praias do município vizinho, que vem sofrendo com o avanço do mar.

“Eu não sou especialista no assunto. O que os especialistas dizem é que não, que os estudos apontam que não haverá nenhum tipo de impacto na orla oeste, na orla de Caucaia e para frente, porém a população sempre tem esse sentimento”, explicou ao blog a parlamentar. “A prefeitura solicitou à prefeitura de Fortaleza que apresentasse um estudo contemplando a orla de Caucaia, porque o estudo que eles apresentaram ao Ministério Público Federal, na audiência que houve com a prefeitura de Caucaia, apenas demonstrava a orla da Capital. Então foi pedido esse estudo contemplando a orla de Caucaia, para que, de fato, a população possa ficar tranquila com relação a isso”, informou a primeira-dama.

Espera pela verba

Érika Amorim afirmou que a prefeitura de Caucaia segue aguardando a liberação, por parte do Governo Federal, de R$ 28 milhões para obras de contenção do avanço do mar na orla do município, que compreende praias como Iparana, Pacheco, Icaraí, Cumbuco e Tabuba. “Nós estamos ainda solicitando aos deputados federais que procurem fortalecer junto à secretaria e ao ministério, o remanejo desse recurso. Mas a parte que cabe à prefeitura (de Caucaia), de divisão de projeto em etapas, salvo engano, já foi apresentado. Então a gente está buscando para que isso se viabilize”, concluiu a deputada.

 

Com informações: Edison Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *