Prefeito lança proposta curricular inédita; diretrizes valem para ano letivo 2020

Iniciada nesta quarta-feira (5/2), a Jornada Pedagógica 2020 da rede municipal de ensino de Caucaia foi marcada pelo lançamento da primeira proposta curricular da história do município. As diretrizes serão implementadas já no ano letivo que inicia em 17 de fevereiro.

A proposta foi elaborada a partir de trabalho conjunto de 280 professores e técnicos da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (SME). Dos 184 municípios cearenses, apenas Caucaia e Maracanaú elaboraram as próprias propostas curriculares. Ambas à luz das peculiaridades e necessidades de cada cidade.

“É um orgulho muito grande ter uma proposta com a nossa cara, com as nossas demandas, algo mais próximo dos alunos. A Educação precisa de muita atenção. Reformamos várias escolas e ampliamos as creches na tentativa de tornar a educação de Caucaia a melhor possível”, afirmou o prefeito Naumi Amorim.

Secretária municipal de Educação, a professora Camila Bezerra considera a nova proposta curricular um marco para a educação da cidade. “Nossa proposta foi elaborada por gente da gente. Quero agradecer a todos os envolvidos nesse trabalho, que considero um dos maiores legados que deixaremos para Caucaia.”

A expectativa em torno da nova proposta curricular é positiva entre os educadores. Para a professora Nilza Moraes, da Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental (EEIEF) Luíza Távora, no São Miguel, a proposta vai inovar o modo de ensinar e aplicar o conhecimento teórico na prática. “Vai ser excelente para alunos e professores, pois iremos trabalhar competências e habilidades de nossos estudantes.”

A opinião é compartilhada pelo professor Eduardo Nogueira, da EEIEF Osmar Diógenes, no Conjunto Metropolitano (Picuí). “Vai ficar mais fácil abordar o conteúdo, pois ficará mais direcionado. Ou seja: o aluno se sentirá parte da aula ao se reconhecer naquele contexto.”

Diretora da Escola Osmar Diógenes, a professora Francinária Barbosa reforça o impacto da proposta curricular na relação do aluno com o conteúdo. Para a pedagoga, a proposta irá enriquecer o ensino ao possibilitar, na prática, que o aluno esteja completamente envolvido no conjunto das aulas.

A abertura da Jornada hoje também sediou o lançamento do livro “Caucaia – Cidade da Gente”, de autoria dos professores Airton Amaral, Claudia Quilombola, Margarida Tapeba e Rosalho Silva, e do projeto “Biblioteca na Escola Viva”, que disporá de mais de 27 mil livros paradidáticos adquiridos pela Prefeitura e voltados para o público infanto-juvenil e adulto.

A Jornada segue nesta até esta sexta-feira (7/1), intercalando palestras ministradas por convidados e apresentação de calendários de ações para o decorrer do ano.

 

Com informações: ASCOM da Prefeitura de Caucaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *