Principal região de saúde do Estado tem aumento de 72% de casos de Covid-19

ntre os dias 11 e 17 de outubro, período referente à semana epidemiológica (SE) 42, a Região de Saúde de Fortaleza apresentou 743 novos casos de Covid-19. O número representa um aumento de 72% em relação à SE anterior, que corresponde aos dias entre 4 e 10 de outubro. No mesmo período, também houve aumento de 33,3% no número de óbitos, com oito mortes por conta da doença na região.

Os dados são do boletim epidemiológico divulgado ontem, 22, pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa). A Região de Saúde de Fortaleza é composta por 43 municípios, incluindo a Capital, Eusébio, Itaitinga, Itapipoca, Redenção e Cascavel. As outras quatro regiões de saúde do Estado apresentaram redução do percentual de novos casos, e apenas o Cariri apresentou aumento no percentual de óbitos.

Em vídeo, a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, destacou as mudanças no cenário da Covid-19 percebidas com boletim epidemiológico semanal, em relação ao documento da semana anterior. “Municípios e áreas centralizadas que semana passada nos preocupavam, nessa semana mostraram melhora dos indicadores, tanto em relação à redução de óbitos quanto à redução no número de casos. É um cenário mais animador.”

Porém, a secretária chama atenção para o aumento no número de casos confirmados na Capital e na Região de Saúde de Fortaleza, assim como da taxa de positividade dos exames da região. “Isso nos faz lembrar que a gente ainda está em pandemia, que a gente não pode se esquecer das medidas de etiqueta respiratória, do uso de máscara obrigatório, de evitar as aglomerações e de manter o distanciamento social.”

No vídeo, Magda Almeida reforçou a necessidade de se realizar os exames para confirmar ou descartar “o mais rápido possível” o diagnóstico de Covid-19. “A gente gostaria também de reforçar para os sistemas de saúde e para a população que atualmente a recomendação tanto do Ministério da Saúde quanto da Secretaria é que, quando houver sintomas gripais — coriza, tosse, febre, dor de cabeça — procure a unidade de saúde para que consigam realizar o exame e diagnosticar o mais rápido possível se é Covid-19 ou não.”

Outro aumento apontado no boletim é no percentual de novos casos de Covid-19 na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Na semana epidemiológica 39, que teve início em 20 de setembro, a RMF detinha 13,3% dos novos casos no Estado, estando o Interior com 86,7%. Já na SE 42, que terminou no último dia 17, a RMF registrou 48,1% dos novos casos na sua área. Interior ficou com 51,9%.

O Ceará chegou a 268.345 casos confirmados de novo coronavírus e a 9.243 mortes ontem, 22. Os números da plataforma IntegraSUS, da Sesa, indicavam de quarta para quinta-feira, 624 novas confirmações da doença no Estado e nenhuma morte. Há ainda 229.748 pessoas que se recuperaram. A taxa de letalidade, atualmente, é de 3,4%. No começo de maio, a taxa era de 7,7%.

 

Com informações: O Povo Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *