Pistoleiro acusado de matar radialista em Camocim, no Ceará, é condenado a 27 anos de reclusão

O pistoleiro Thiago Lemos da Silva, um dos acusados de participação direta no assassinato do radialista Gleydson Carvalho, foi condenado a 27 anos de prisão. O julgamento aconteceu nesta quarta-feira (10). Duas mulheres também suspeitas de envolvimento no crime, Gisele Souza do Nascimento e Regina Rocha Lopes, foram condenadas a 23 anos de reclusão. O crime ocorreu em agosto de 2015,…