Tasso estimula Carlos Matos a se viabilizar candidato a Prefeito de Fortaleza

O PSDB já trabalha com o cenário de concorrer à Prefeitura de Fortaleza nas eleições de 2020 e começa a trabalhar o nome do deputado estadual Carlos Matos para o embate nas urnas. Matos, que concorreu a um novo mandato e não se reelegeu, recebeu uma boa votação na Capital (dos 38.265 votos, 20.417 foram obtidos na Capital), é um nome com trajetória limpa na política e ganhou estímulo do senador Tasso Jereissati para entrar na corrida pela Prefeitura.

Envolvido com a disputa pela Presidência do Senado, Tasso tem se dedicado pouco ao dia a dia da política no Ceará, mas, ao falar com interlocutores, a mensagem sobre Carlos Matos tem uma única direção: manda ele (Carlos Matos) bater pernas e andar. As palavras que circulam nos bastidores do PSDB são interpretadas como incentivo.

O PSDB nunca elegeu um prefeito em Fortaleza e, entre os aliados do maior líder da sigla no Ceará, que é o senador Tasso Jereissati, o único que chegou ao comando administrativo da Capital foi o hoje pedetista Ciro Gomes. Filiado ao PMDB em 1988, Ciro se elegeu prefeito e, em 1990, sucedeu, como integrante do PSDB, o então Governador Tasso Jereissati.

O PSDB perdeu as eleições na Capital com Assis Machado (1992), Socorro França (1996), Antonio Cambraia (2004) e Marcos Cals (2012). Em 2000, o PSDB não concorreu à Prefeitura, mas indicou o vice (João Jaime) na chapa encabeçada pela então deputada estadual Patrícia Gomes.

O PSDB voltou a indicar o candidato a vice nas eleições de 2008 na Capital. Mais uma vez Patrícia, então no PDT, teve como companheiro de chapa Antenor Naspolinni, que ganhou projeção como Secretário de Educação do Estado. Em 2016, o PSDB, sequer compôs uma chapa à Prefeitura   e participou da aliança formada pelo PR e PMDB, que tinha como candidato a prefeito o Capitão Wagner e, como vice, o empresário Gaudêncio Lucena.

Os tucanos acreditam que, com a renovação dos quadros, é possível ocupar espaços e uma dessas estratégias é a disputa pela Prefeitura da Capital. Um caminho, no entendimento de alguns integrantes da sigla, que pode colocar o PSDB nos debates, é a apresentação de projetos e ideias, criando, assim, um canal para o renascimento nas urnas, no Legislativo e no Executivo.

Com informações: Ceará Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *